Preso paraguaio que traficava maconha de alta qualidade para Porto Alegre

O Denarc (Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico) da Polícia Civil anunciou na manhã desta quinta-feira (13) a prisão de um paraguaio que trazia para Porto Alegre uma maconha de alta qualidade, vinda da fronteira do Paraná com o Paraguai.

Garotas de programa paranaenses eram recrutadas e pagas para trazerem as drogas. O criminoso, natural de Pedro Juan Caballero, estabeleceu-se desde dezembro do ano passado na capital gaúcha para operar sozinho um esquema de tráfico de drogas.

Ele atendia uma clientela de elevado poder aquisitivo devido ao preço elevado deste tipo de entorpecente. Durante a investigação, a moradia do traficante foi monitorada, sendo então deflagrada a ação para surpreendê-lo em flagrante. A ação, iniciada ainda na tarde de quarta-feira (12) e que se estendeu até a madrugada desta quinta-feira, ocorreu na rua General Caldwell, no bairro Azenha.

No apartamento do paraguaio, a polícia apreendeu cerca de 14 quilos de drogas, sendo 8,9 quilos de skunk, maconha modificada geneticamente para aumentar a concentração do princípio ativo de THC da planta e potencializar os efeitos alucinógenos. Houve ainda o recolhimento de 4,6 quilos da maconha tradicional. Os entorpecentes estavam dentro de duas malas de viagem.