Procon Porto Alegre orienta consumidores sobre aumento no preço de alimentos

Diante do aumento nos preços de alimentos da cesta básica considerado “expressivo” pelo Procon Porto Alegre, o órgão esclarece aos consumidores que o caso foi levado para discussão no Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Reunidos na semana passada, representantes do órgão de todo o País trataram do assunto e encaminharam a questão da oscilação de valores para conhecimento e deliberação do governo federal. As reclamações, especialmente sobre produtos como arroz, feijão e óleo de soja, têm sido recorrentes no canal de denúncias do Procon Porto Alegre.

De acordo com a diretoria do órgão, a alta do dólar, a política de exportações e importações, dificuldade de acesso à matéria-prima, entre outros fatores, estão impactando a indústria e, consequentemente, o varejo e o consumidor final.

O Procon informa que está monitorando a rede de mercados e supermercados da Capital e, até o momento, não foram identificados casos de prática abusiva de preço. Denúncias e reclamações podem ser feitas pelo link prefeitura.poa.br/procon/reclamacao.