Delegado informou que vítima foi retirada de dentro do táxi por cinco homens que interceptaram o veículo. Circunstâncias e motivação do crime ainda vão ser apuradas.

O passageiro de um táxi foi morto a tiros durante uma corrida, na noite de terça-feira (6), na Zona Leste de Porto Alegre. De acordo com o delegado Eibert Moreira, o veículo que seguia da Avenida Antônio de Carvalho para o bairro Bom Jesus, foi interceptado por cinco homens na Avenida Joaquim Pôrto Vilanova, por volta das 23h.

“As circunstâncias da ação dos criminosos ainda vão ser investigadas. Não sabemos se eles estavam acompanhando esse táxi, nem a forma como ele foi abordado. Já identificamos algumas câmeras na região que podem ter registrado a ação e agora vamos pedir essas imagens”.

Segundo o delegado, Lucas Silva da Silva, de 20 anos, foi retirado de dentro do táxi e morto com diversos disparos de arma. Ele tinha antecedentes criminais por lesão corporal pela Lei Maria da Penha.

Um outro jovem, de 16 anos, foi ferido na perna e levado para o Hospital Cristo Redentor. De acordo com a assessoria de imprensa da instituição, ele foi liberado no início da manhã desta quarta-feira (7). A polícia são soube dizer se ele participou do crime, ou se era uma pessoa que passava pelo local no momento dos disparos.

“Pelas circunstâncias e pela forma como foi feito, parece que, sim, é uma execução. Só a investigação vai dizer qual é a relação deste homem com os suspeitos e o que motivou este crime”.

Após os disparos, o taxista foi liberado sem ferimentos e os suspeitos fugiram no táxi. O homem prestou depoimento à polícia.

O táxi foi localizado, horas depois, na Rua Guilherme Alves, no bairro Partenon.

“Os dois veículos apreendidos nesta ação, o táxi e o Ford Fiesta que foi usado pelos criminosos para chegar ao local do crime, serão periciados”, afirma o delegado.