O piloto Mathias Robert Rom, 42 anos, morreu após a queda do avião de pequeno porte na manhã desta segunda-feira (2) na Serra da Cantareira, na Zona Norte de São Paulo. Ele foi identificado após os bombeiros terem encontrado o corpo dele perto dos destroços do avião.

O avião pode transportar até sete pessoas, incluindo o piloto, mas estava sem passageiros no momento da queda. O avião pertence ao empresário Setimio de Oliveira Sala. Segundo a filha dele, Maria Sala, o piloto tinha decolado de Jundiaí e seguiria para o Campo de Marte, na Zona Norte de São Paulo. “Ele iria buscar meu irmão, mas infelizmente aconteceu o acidente.”

Ela disse ainda que Robert prestava serviço de piloto há cerca de três anos. “A empresa está com a família dele, estamos cuidando dos documentos necessários, dando suporte à família de Mathias.”

O corpo foi levado para o Instituto de Medicina Legal.

Durante o trabalho de buscas, os bombeiros também encontraram a caixa-preta da aeronave, que vai ficar à disposição da Aeronáutica. As condições de voo na região do acidente estavam prejudicadas por conta de fortes ventos e da neblina.

Avião de pequeno porte cai na Serra da Cantareira, em São Paulo

Avião de pequeno porte cai na Serra da Cantareira, em São Paulo

Oito equipes do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local, que é de mata fechada e difícil acesso. Por isso, os socorristas tiveram de usar um helicóptero para chegar até lá e descer de rapel (técnica com uso de cordas).

“Recebemos um chamado da Aeronáutica, que percebeu uma falta de sinal de uma aeronave na região da Estrada da Roseira com a [Estrada da] Santa Inês”, disse o porta-voz do Corpo de Bombeiros, capitão Marcos Palumbo.