Nove escolas da rede municipal recebem melhorias na rede elétrica

Por Redação O Sul | 14 de agosto de 2020

A prefeitura inicia nesta segunda-feira (17), obras de engenharia elétrica em nove escolas da rede municipal de ensino, em contrapartida de incorporação imobiliária. Os trabalhos começam na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Campos do Cristal, no bairro de mesmo nome, e na Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) Maria Helena Gusmão, na Vila Nova. O valor total das reformas elétricas será de R$ 325.918,65. Aproximadamente 4.618 alunos serão beneficiados pelas melhorias.

A previsão é que duas escolas passem por essas reformas por mês, e a expectativa de término dos trabalhos é de 15 a 20 dias depois de iniciados em cada instituição. O prazo pode sofrer alterações com o retorno às aulas presenciais, quando houver. A Smed (Secretaria Municipal de Educação) vai supervisionar as obras, que serão executadas pela empresa imobiliária.

Os trabalhos devem abranger a reforma dos quadros de disjuntores e aterramento para aumentar a segurança das crianças, professores e funcionários, além de novas entradas de energia com uma carga maior para que seja possível a instalação de aparelhos de ar-condicionado. As reformas elétricas serão feitas também nas Emefs Anísio Teixeira, Gilberto Jorge, Moradas da Hípica, Neusa Brizola e Vila Monte Cristo e nas escolas municipais de Educação Infantil Jardim Salomoni e Vila Nova.

Valores das obras em cada escola:

Emef Anísio Teixeira: R$ 45.888,41;

Emef Gilberto Jorge: R$ 39.529,13;

Emef Campos do Cristal: R$ 58.955,43;

Emef Moradas da Hípica: R$ 22.215,73;

Emef Neusa Brizola: R$ 31.796,34;

Emef Vila Monte Cristo: R$ 32.172,22;

Emei Jardim Salomoni: R$ 39.613,38;

Emei Vila Nova: R$ 43.030,41;

Emei Maria Helena Gusmão: R$ 12.717,60;

Total: R$ 325.918,65.

Print Friendly, PDF & Email