Megaoperação é deflagrada contra facção criminosa no Rio Grande do Sul

A Polícia Civil desencadeou nesta quinta-feira (13) a megaoperação Chicago contra uma facção criminosa atuante no Rio Grande do Sul. A ofensiva atinge o esquema de lavagem de dinheiro da organização criminosa.

Cerca de 220 agentes em 80 viaturas cumprem 151 ordens judiciais em Canoas; Porto Alegre; Sapucaia do Sul; Nova Santa Rita; Gravataí; Estância Velha; São Leopoldo; Imbé e Capão da Canoa, além da praia de Itapema, no Litoral Norte de Santa Catarina.

A ação é coordenada pela 3ª DP de Canoas, sob comando do delegado Rodrigo Caldas, com apoio da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana e de policiais civis catarinenses.

A equipe tática da Coordenadoria de Recursos Especiais e o helicóptero da instituição também estão mobilizados. As investigações duraram em torno de um ano e meio, sendo apurados que os valores adquiridos com o tráfico de drogas, na ordem de R$ 17,3 milhões, eram “lavados” através da aquisição de imóveis, veículos, lanchas, aeronaves e outros bens móveis, além de moedas estrangeiras e também com a criação de diversas empresas de fachada.