Em algum momento da sua vida, você já chegou a parar pra pensar qual é a funcionalidade das garrafas de cervejas? Você já parou para pensar na garrafa de cerveja que está ou esteve em suas mãos? É isso que a Laut Cervejaria irá nos explicar!

Será que a garrafa importa tanto assim?

Acreditamos que se você é um verdadeiro fã da bebida, provavelmente já se deparou com vários formatos, tamanhos e cores dessa embalagem, não é mesmo?

O que talvez você ainda não saiba ainda é que nenhum desses atributos é por acaso, o tipo da embalagem tanto quanto ao formato da garrafa é sempre proposital. Tem sempre um propósito por trás. Curioso(a) para saber mais sobre isso?

Continue a leitura!

Por mais apreciador que você seja de uma boa cerveja, é possível que você não conheça todo o potencial que as cervejas em si e suas garrafas podem apresentar. Isso porque a cerveja pode ser útil para muita coisa, até para deixar o cabelo mais brilhante; e, com uma garrafa de cerveja vazia, você pode ter um regador para manter sua planta sendo aguada lentamente, por dias.

Segundo a Laut Cervejaria, localizada na Cervejaria Nacional em Nova Lima, quando a cerveja é envasada, o propósito é que ela chegue ao consumidor com o seu sabor original preservado, esse é um dos maiores objetivos de qualquer linha de cerveja, sendo esse o papel verdadeiro de uma garrafa de cerveja.

Mas como exatamente isso acontece?

Iremos abordar detalhe por detalhe, você irá entender o papel da coloração, do formato e do tipo de embalagem na conservação da sua cerveja, desde a cervejaria até a garrafa que já passou por suas mãos!

• A cor ideal

Com certeza você já deve ter reparado que a maior parte das garrafas de cerveja possui uma cor âmbar — e isso não é por acaso.

Mas sabia que essa tonalidade, também usada em embalagens de outros alimentos, ajuda a proteger a sua cerveja da luz, seja ela natural ou artificial?

Sendo extremamente importante, já que a iluminação e o calor são alguns do dos fatores que mais contribuem para a alteração de sabor da bebida, de acordo com os dados da Laut Cervejaria.

Isso irá ocorrer por causa do lúpulo! Esse ingrediente é usado no preparo para a composição de qualquer cerveja. E ele é responsável pelo sabor característico e pelo amargor natural da bebida, mas ele também é “sensível” à luz.

No lúpulo, ele possui em sua composição alfa-ácidos, que quando aquecidos geram isoalfa-ácidos responsáveis pelo amargor da cerveja e que, quando presentes em excesso, podem gerar o que é conhecido pelos mestres cervejeiros como “skunky”: a bebida que fica com odor e cor desagradáveis.

Essa substância costuma ser produzido de propósito durante o processo de fervura da cerveja, mas também pode ser produzido através da luz. O espectro de luz ultravioleta tem a capacidade de quebrar certas moléculas do lúpulo, liberando mais isoalfa-ácidos e fazendo com que estes se liguem à moléculas de enxofre, gerando o skunky.

Sendo assim, resumindo, quando a cerveja é exposta à iluminação direta, o lúpulo acaba liberando um iso-alfa-ácido chamado de isohumulone. Esse elemento é o responsável pelo amargor exagerado e desagradável que algumas cervejas mal embaladas possuem. A este gosto dá-se o nome de “skunky”, e muitas vezes é comparado ao cheiro de um gambá.

• Garrafas de coloração verde deixam um pouco de a luz passar, ao contrário do tom âmbar, que bloqueia os raios luminosos completamente. Nelas, esse sabor indesejado não chega a se acentuar e prejudicar a cerveja, então algumas cervejarias optam por incorporar isso ao gosto final do produto, explica a Läut Cervejaria.

• O formato da garrafa de cerveja

Além da cor, que tem um papel bem importante na conservação dos sabores e aromas da cerveja, o formato da garrafa também serve aos mais diversos propósitos. Por exemplo, alguns gargalos possuem um molde pensado para ajudar a criar mais espuma na hora de servir.

Para a Laut Cervejaria, os diferentes formatos de garrafa de cerveja são usados especialmente de acordo com o tipo de consumo. Por exemplo, cervejas pilsen costumam ser apresentadas em embalagens maiores, para dividir entre os amigos.

Já os rótulos que costumam ser degustados individualmente são vendidos em embalagens menores, para que ela não perca as suas propriedades de sabor, corpo e aroma caso fique aberta por muito tempo.

A Ciência entra em cena

Ele descobriu que um estudo conduzido por dermatologistas brasileiros — olha os nossos pesquisadores aí, gente! — revelou que dos vidros coloridos disponíveis no mercado, os de coloração amarela, alaranjada, acobreada e marrom são os mais eficazes em bloquear a luz solar, enquanto que os de tom esverdeado são os mais fotorreceptores com relação aos raios UVA.

• A escolha específica do melhor material

Outro ponto importante é o material da embalagem. O vidro é usado na maior parte das garrafas de cerveja por ser completamente livre de sabor. Ou seja, quando você coloca a bebida em um frasco desse material, o recipiente não interfere no gosto dela, mesmo se for armazenada por períodos maiores.

Mas além disso, o vidro é completamente impenetrável, ao contrário do plástico, que possui aberturas microscópicas que permitem a entrada de oxigênio e saída de gás carbônico. É por isso que você praticamente não encontra cerveja em embalagens de plástico, diz a Laut Cervejaria.

A rede Cervejaria Artesanal em Nova Lima explica que já no caso das latas, apesar de sofrerem certo preconceito, são um ótimo modo de conservar as características originais da cerveja. O material é livre de sabores e não deixa passar nada de luz, conservando melhor as propriedades sensoriais. Além disso, por ser totalmente impenetrável, o gás também fica seguro dentro das latinhas.

Então, não perca a chance de entender ainda mais de um dos momentos mais apreciadores por você, ao ir beber com seus amigos, por que não contar isso a eles? Apostamos que eles irão gostar de entender um pouco mais sobre cervejas!