Após dois meses, corredores de ônibus voltam a ser liberados para lazer e esportes aos domingos e feriados em Porto Alegre

Trechos estavam vetados ao público devido à pandemia. (Foto: Arquivo/EPTC)

A população de Porto Alegre já pode utilizar corredores de ônibus para esportes e atividades de lazer aos domingos e feriados, após dois meses de proibição pela prefeitura, no âmbito das medidas de restritivas à circulação de pessoas para prevenir o contágio pelo coronavírus. Vale lembrar que a medida abrange apenas os trechos onde isso já ocorria antes da chegada da pandemia.

Também está permitida a utilização dos bolsões de estacionamento público. Agentes da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) vão atuar no monitoramento da circulação de pedestres, ciclistas e condutores de veículos nesses locais, a fim de evitar acidentes e outros problemas. As informações são atualizadas, em tempo real, na conta do órgão no Twitter.

A área da avenida Edvaldo Pereira Paiva, no entanto, não estará liberada para o lazer, porque os parques Moacyr Scliar (trecho 1 da Orla do Guaíba), Chico Mendes, Germânia, Gabriel Knijnik e Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia) permanecem abertos ao público somente de segunda a sexta-feira (desde que não seja feriado). A restrição consta em decreto recentemente publicado pelo Executivo municipal.

Estacionamento público

– Sítio do Laçador;

– Parque Germânia;

– Mostardeiro;

– Parque Marinha do Brasil;

– Orla do Guaíba;

– Areião da Avenida Augusto de Carvalho;

– Avenida Edvaldo Pereira Paiva (rua lateral);

– Bolsão da Ospa;

– Anfiteatro Pôr do Sol;

– Largo Glênio Peres;

– Largo Zumbi dos Palmares;

– Avenida Setembrina com Rua Engenheiro Luiz Englert;

– Cidade dos Contêineres (Rótula da Cuias).

Corredores de lazer

– Terceira Perimetral, entre ruas Dr. Salvador França e Barão do Cotegipe;

– Corredor da Avenida Erico Verissimo;

– Corredor da Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto.

Acidentes com motocicletas

Dos 736 acidentes registrados em agosto pela EPTC, 243 envolveram motocicletas, o que representa um aumento de 11% em relação ao mês anterior. A estatística inclui três óbitos em acidentes, um a menos que no mesmo período do ano passado, quando ocorreram 1184 acidentes, sendo 273 com motos. Com isso, vem o alerta para o risco da imprudência na condução dos veículos sobre duas rodas.

O órgão atribuiu o problema a fatores como a ampliação dos serviços de entrega a domicílio neste período de quarentena. De janeiro a agosto deste ano, foram 17 ocorrências com motos, sendo as vítimas 16 condutores e um ocupante. Foram registrados 1.807 acidentes com envolvimento de motos no período, que resultaram em 1739 feridos.

De janeiro a agosto, os números de acidentes com envolvimento de ciclistas e pedestres são:

– Ciclistas: em 2020, foram 114 acidentes, sendo 133 nos primeiros oito meses de 2019. Em agosto deste ano, foram registradas 13 ocorrências, quatro a menos que no mesmo período do ano passado.

– Pedestres: no mês em que se comemorou o Dia do Pedestre (8 de agosto), foram 34 acidentes, sendo 335 em 2020. O número é 39% menor que o registrado no mesmo período do ano passado, quando ocorreram 549 acidentes.

(Marcello Campos)

Voltar Todas de Porto Alegre