Definida a data para início da troca de lâmpadas pelas ruas de Porto Alegre

Porto Alegre vai começar a ganhar nova iluminação nas próximas semanas. O contrato foi assinado em junho, depois de uma disputa de vários meses que foi levada até para a Justiça Estadual. O consórcio I.P. Sul tinha oito meses para iniciar a substituição das 100 mil lâmpadas espalhadas pela cidade.

Porém, esse prazo está sendo encurtado. As novas luminárias já foram encomendadas e devem chegar entre o fim de agosto e início de setembro. O planejamento já foi montado. As primeiras trocas da iluminação vão ocorrer nas avenidas Assis Brasil, Borges de Medeiros, Ipiranga e Vila Planetário, Nonoai e Cavalhada. Somente nestas vias serão mais de 2 mil pontos de luz com iluminação em LED.

O consórcio é formado pelas empresas Quantum Engenharia, GCE S/A, Fortnort Desenvolvimento Ambiental e Urbano e STE Serviços Técnicos de Engenharia. Caberá ao grupo cuidar da iluminação pública de Porto Alegre pelas próximas duas décadas.

Em até dois anos, todas as lâmpadas da Capital deverão ser trocadas por modelos de LED, que são 46% mais econômicas e têm iluminação 130% superior aos modelos de vapor metálico, atualmente em vigor, além de serem recicláveis. Hoje, apenas 6% das lâmpadas de Porto Alegre são de LED – o trecho revitalizado da orla é um exemplo.

Além da troca de 100% da iluminação pública da cidade, o consórcio tem a obrigação de instalar câmeras, sensores, centro de controle, dimerização (graduação da luminosidade das lâmpadas) e cinco tipos de iluminação específica para monumentos. Ao todo, serão R$ 280 milhões em investimentos ao longo do tempo de contrato. A PPP da iluminação também irá proporcionar aos cofres públicos uma economia de cerca de 50% na conta de energia pública.