Bolsonaro defende privatizações e diz que teto de gastos é ‘norte’

O presidente Jair Bolsonaro publicou em uma rede social na manhã dessa quarta-feira (12) que defende as privatizações e afirmou que a responsabilidade fiscal e o teto de gastos são o “norte” do governo federal. Na mensagem também foi publicado uma foto dele com os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. “O Estado está inchado e deve se desfazer de suas empresas deficitárias, bem como daquelas que podem ser melhor administradas pela iniciativa privada”, publicou Bolsonaro.

“No mais, num orçamento cada vez mais curto é normal os ministros buscarem recursos para obras essenciais. Contudo, nosso norte continua sendo a responsabilidade fiscal e o teto de gastos“, acrescentou o presidente. A PEC do teto de gastos foi promulgada em 2016 e vale por 20 anos. Ela prevê que os gastos da União (Executivo, Legislativo e Judiciário) não podem crescer acima da inflação do ano anterior. Ainda nesta quarta, o vice-presidente Hamilton Mourão disse que a situação fiscal do país é “péssima” e chamou o teto de gastos de “âncora fiscal”.