Julgamento de acusados por morte de Bernardo Boldrini começa nesta segunda

Os quatro acusados de matar em 2014 o garoto Bernardo Boldrini, de 11 anos, começam a ser julgados amanhã (11) no Rio Grande do Sul. O pai de Bernardo, Leandro Boldrini, a madrasta, Graciele Ugulini, e os irmãos Edelvânia e Evandro Wirganovicz respondem pelo homicídio do menino com uma injeção letal. O corpo da criança foi encontrado 10 dias depois de desaparecer, em uma cova vertical, à beira de um riacho em Frederico Westphalen.

O júri terá início às 9h30 e deve durar cinco dias. Os quatro réus são acusados de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e falsificação ideológica. Dezoito testemunhas prestarão depoimento, sendo cinco pela acusação, nove pela defesa de Leandro Boldrini e quatro pela defesa de Graciele Ugulini. Em seguida, haverá o interrogatório dos réus.

Foram sorteados 25 jurados, mais suplentes, todos moradores da comarca de Três Passos, que abrange o município sede, mais Bom Progresso, Tiradentes do Sul e Esperança do Sul.

Com Agência Brasil