Mostra suspensa em Porto Alegre deverá ser exibida no RJ

A mostra “Queermuseu”, censurada pelo Santander Cultural, em Porto Alegre, será reaberta, mas em novo endereço. O Museu de Arte do Rio confirmou as negociações, sem divulgar a data prevista de abertura.

O diretor cultural do museu carioca, Evandro Salles, disse que “há um interesse mútuo” de trazer a mostra para o Rio.

A curadoria da mostra já havia informado o recebimento de propostas de várias cidades.

A “Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira” fechou após protestos nas redes sociais associarem às obras a “imoralidade”, “blasfêmia” e “apologia à zoofilia e pedofilia”.

A exposição reúne mais de 270 obras com temática LGBT que percorrem o período histórico de meados do século XX até os dias de hoje, explorando a diversidade de expressão de gênero e a diferença na arte e na cultura.

Entre os autores estão Adriana Varejão, Alfredo Volpi, Candido Portinari, Clóvis Graciano e Lygia Clark. A mostra reunia pinturas, fotografias, colagens, esculturas e vídeos.

*Informações da repórter Carolina Ercolin